terça-feira, 20 de outubro de 2009

Meme da Dayane

Bom,primeiro,uma espécie de meme que a Dayane me passou: Você copia trechos de três um post de três blogs que você gosta muito,e estes blogs farão o mesmo.

Para mim, isso é um problema, pois só adiciono blogs que gosto muito. Como algums já foram contemplados, e outros estão meio fora do ar, vamos lá à minha dura escolha:

Primeiramente, o blog da companheira Jaya, que é quase terapêutico. Uma escrita gostosa, para se desligar do mundo e mergulhar sem medo ou amarras. Reservar um tempo, relaxar e ler aproveitando cada lirismo.

Eu gosto do barulho bonito, poeta. Aquela maneira engraçada, que puxa a gente para um samba e o corpo dança no meio daquela roda. Saia rodada, pés descalços, flor nos cabelos. Tudo que rodopia enquanto a alma se arrepia. E todas aquelas mulheres cheias de histórias contando poesias na escada do Pelourinho. Brincos nas orelhas, colares mágicos, cheiro de jasmim. E cada um de nós que guardam pedidos naquelas fitinhas de Nosso Senhor do Bonfim acabam se perdendo quando a alegria escapa sapeca ao ver o coração ecoar sua música pelos pulsos.

Agora, além de citar o talento desta pessoa, comentarei também meu inconformismo com o escasso número de comentários em um blog tão bom. Se nome é Marcos Leonídio, (mas para mim, é Marcão mesmo), e seu estilo de escrita é tão amplo, sendo ao mesmo tempo conciso, que vagueia de leves poemas, referentes ao "dia-a-dia diário do cotidiano"; para duras crítucas políticas e sociais, sem cair no chatíssimo blá blá blá de pseudo-esquerdistas pseudo-revolucionários. Sem contar o bom gosto musical do cara. Merece.

Essa necessidade de estar inserido na sociedade contemporânea como consumidor, como potencial gerador de riqueza pra terceiros, como público-alvo de algum segmento, como receptor de demanda, como hospedeiro de novas tendências de mercado [...] está nos transformando em cobaias sub-humanas de uma sociedade mercantilista.

E por último, mas definitivamente NÃO menos importante, esse que recebe raras atualizações, mas que sempre me diverte, pois também passeia da leveza dos risos até assuntos de um pesado existencialismo. Mas o sarcasmo e o bom humor sempre estão presentes e isso sempre me faz pedir atualizações e atualizações do blog dela. Ellen, em um de seus momentos mais divertidos:

Não entendo o maldito francês, me sinto uma perfeita ignorante dentre tantos acentos, beiços e vogais.
Esta ficando tudo misturado. Estou falando uma espécie de potunholinglefrances que não entendo e nem faço compreender.

Bom, atualização feita, meme aceito e re-enviado.

Perdão pela ausência e grato pelas visitas e comentários!!!

5 comentários:

Marcos Leonidio disse...

Allan
Agradeço seus comentários. Eles têm grande relevância; porque lhe admiro, sou fã da sua escrita, da sua forma de enxergar as coisas, da sua forma de encarar a vida. Enfim, porque lhe tenho em alta estima e também porque, pessoas como você me fazem acreditar que a humanidade tem jeito. Você é puro carisma e tem talento pra realizar as mais diferentes atividades, continue assumindo os papéis que a vida tem lhe dado, mas desde que passe pelo seu crivo refinado. Você nasceu para protagonizar!

João Romova disse...

conheço jaya, realmente linda.

os outros dois, estou indo lá conferir.

bjos mil!

Jaya disse...

Allan,

Que delícia esse meme! Eu morro de vergonha dessas coisas, cara. Meu rosto falta queimar. Achei lindo o que você escreveu. É bom saber dos efeitos que minhas palavras tortas causam em você. Bom demais.

Selecionar três escritas? Vou pensar. Mas uma certeza: você estará no meio. É diferente de tudo que eu leio. É verdadeiro. É você.

Um beijo.

Jaya disse...

E, ah... Só você entendeu meu último texto, 'Internamente'. Só você.

Me abraça? disse...

Oi!Obrigada pela visita no meu blog,volte sempre q quiser!então vc gostou dos meu bichinhos? ^.^
Gostei mto do seu blog tb!
Bjo!!