sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Minha Literatura...

CAOS INTERNO

Aquela era a pior crise pela qual passara. A angústia, o nó na garganta, a vontade de chorar só de ver um cão andando solitário pela rua. Nunca viu sentido em nada em sua vida, mas naquela noite sentia tanta falta de sentido em tudo que de minuto em minuto tinha a sensação de que estava desaparecendo.
O mundo fechava suas paredes contra ela e tudo que desejava era se esconder em uma caixa debaixo de sua cama, fechar os olhos e não acordar mais. Não tinha fome, nem sede, só um gosto amargo na boca e uma solidão que parecia fazê-la esquecer de si própria.
Tentou diversas vezes voltar à realidade e fazia todas as coisas como sempre fez, mas parecia que seu corpo tinha se separado de sua alma. O primeiro executava suas funções mecanicamente. A segunda sentia todo o peso e a dor do mundo.
Cansou de ser a mocinha bonita de cabelo impecável e salto alto. Agindo falsamente, sensatamente como se aquilo fosse a redenção de seus pecados. Cansou também da rebelde que fora outrora usando suas camisetas de banda e suas calças rasgadas sem se importar com o mundo e seus julgamentos e injustiças. Cansou de fazer o que lhe desse vontade e também o que lhe mandavam fazer. Cansou de sim mesma, não reconhecia seu corpo nem sua voz. Só conseguia ver uma estranha refletida no espelho do banheiro esfumaçado pelo vapor causado pelo banho que tomara para tentar lavar o corpo e a alma. Em vão, pois continuava sentindo que toda a sujeira permanecia ali atormentando.
Não via rumo, não via luz e muito menos túnel para indicar o caminho. Precisava esquecer. Deixar passar mais uma vez. Já exausta de tanto desespero, já sem forças para continuar tentando se entender se jogou no meio dos lençóis e antes que mais um de seus demônios viesse atordoar seus pensamentos, fechou os olhos e se entregou ao sono.







SILVA, Amanda Beatriz






====================================================================






Essa é a minha literatura, para quem vê nomes desconhecidos na lista dos "best-read" e/ou "best listened", e quer saber do que estou falando...

Como já disse à autora, achei esse texto melancolicamente lindo. Fui obrigado a postá-lo aqui, fugindo da temática dos títulos em alemão... mas só por um certo tempo...
Em Tempo:
M & J, sei que é quase impossível que leiam isso aqui. Não posso falar sobre o futuro, mas tudo o que sei é que, por mais piegas que pareça, o Amor deve prevalecer. Acompanho vocês e sei o quão complicado é, todos os problemas que vêm de todos os lados, mas eu só lhes desejo felicidade e o fim desse tormento. Não sou o Senhor da sabedoria para dizer o que é melhor para vocês, mas eu só não quero ver duas pessoas que eu adoro com estes semblantes entristecidos e nicks depressivos das últimas semanas. Amo vocês.



Assistam... faz tão bem...

Marisa Monte: "Cantinho Escondido"

Um comentário:

Amanda_Bia disse...

ai como vc é lindoooo!!!
obrigada pelo prestígio apesar de saber que eu nunca vou me considerar tão boa quanto você diz!!!
te amo!!!
beijos!